terça-feira, 10 de março de 2015


Quando os olhos falam

É com o olhar que te falo quando preciso do teu abraço ou quando necessito estar só por sentir que dois são uma multidão. O meu olhar é o braille que aprendeste a ler sem precisares sentir o relevo nas pontas dos dedos. Sabes quando preciso do amigo ou do amante, quando ficar ou partir. De nada valem as palavras se não fores capaz de ler no meu olhar o que me vai no íntimo.

Sem comentários:

Enviar um comentário