domingo, 17 de outubro de 2010

Escolhe sentir


Gira o mundo com pressa
E tu, aí, a ver o carrossel da vida rodar
Ouves chamar para tomares o teu lugar
Porém, continuas estático
Não te moves porque isso implica embarcares no redemoinho de emoções a que queres fugir
Esquivas-te porque sentir é coisa que não queres
Preferes manter-te nessa redoma
Porque é mais cómodo, mais seguro talvez
Mas, infinitamente menos interessante
É como se assistisse a um filme sem fazeres parte dele
Sentes o apelo para te envolveres
Porém, continuas na retranca
Não de inibas, não te furtes a sentir
Escolhe sentir

1 comentário: