quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Dialogar em silêncio


Pode parecer contraditório, mas, por vezes, o diálogo faz-se de silêncio. Nem sempre as palavras são a fórmula para o entendimento. Quantas vezes dizemos tanto sem nada dizer! O silêncio pode ser profundamente esclarecedor, mais até do que uma longa conversa. É importante saber entender o silêncio e, mais ainda, saber ler o silêncio dos outros, porque nem só de palavras se faz a comunicação. É preciosa a relação em que nos fazemos entender sem nada dizer, quando o outro alcança o nosso pensamento. Ao longo da vida, vamos cruzando com pessoas com quem criamos essa empatia, essa espécie de telepatia que ultrapassa a superficialidade das relações. Eventualmente não valorizamos a excepcionalidade dessas afinidades, quiçá porque ainda somos daqueles que achamos que “é a falar que a gente se entende”.

Sem comentários:

Enviar um comentário