quarta-feira, 20 de julho de 2011

Segundas oportunidades


Gosto de pensar que há sempre segundas oportunidades. É como manter acesa uma chama que, enquanto arder, mantém viva a esperança. Às vezes cometemos erros. Outras vezes estivemos a um passo de alcançar o que pretendíamos. Esperar uma segunda oportunidade é, pois, legítimo. É manter a expectativa que nos alenta. É manter vivo o desejo que nos anima.
Gosto de pensar que há segundas oportunidades. Afinal, ainda há tanto para fazer.

Sem comentários:

Enviar um comentário