quinta-feira, 10 de junho de 2010

Quando foi que te perdi?



Onde ficou a cumplicidade que nos unia?
Que é feito das palavras doces que me dizias ao ouvido, dos beijos quentes e dos abraços que demoravam a terminar?
Não se estendem já os teus braços para me abraçar
Não se abre agora o teu sorriso nem os teus olhos brilham ao ver-me
Quando foi que te perdi?

Sem comentários:

Enviar um comentário