sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Prazeres


São pessoas de sorte aquelas que têm a possibilidade de fazer aquilo que realmente gostam, trabalhar na área para a qual se sentem vocacionadas. Considero mesmo que é um privilégio tal facto. Mais do que uma actividade profissional, o trabalho é, nestes casos, um prazer, com a vantagem de ser remunerado. Quantas e quantas pessoas não se vêem obrigadas a despender os seus esforços em funções que não as motivam e que, em muitos casos, as agastam e deprimem? Nos tempos que correm, de crise generalizada, ter um posto de trabalho é quase um luxo, mas luxo maior é ter um trabalho de que verdadeiramente se gosta.

1 comentário:

  1. SIM Alda, com todas as letras. SIM somos felizes os que podemos usar e abusar, viver e sonhar por mais todos os dias com o "dom" que todos temos.
    Todos os dias sou grata por ser uma dessas felizardas.
    Já agora, feliz de ti que pela escrita te mostras grande como na realidade és e talvez muitos, incluindo tu, não verão com olhos de ver. APF

    ResponderEliminar