quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Vidas com sentido


Parece-me fundamental, vital mesmo, ter objectivos na vida. De outra forma, que sentido faria a existência?
De algum modo, somos levados por essa espécie de fio condutor que nos orienta e aponta a direcção a seguir, nesse percurso que é a nossa vida. É um facto que a vida é feita de opções e escolhas, mas também de oportunidades. É, pois, fulcral estarmos atentos e não deixar passar essas ocasiões, que podem não se repetir. Do mesmo modo, é imprescindível criarmos, também nós, as oportunidades e não nos limitarmos a ficar à espera, numa apatia que não leva a lado nenhum. A mudança tem que, primeiramente, começar por nós. Querer é capital. A força move montanhas, diz a sabedoria popular. Logo, se querer é poder, há que canalizar energias para essa vontade e fazer acontecer.

Sem comentários:

Enviar um comentário