domingo, 28 de março de 2010

Palavras


Palavras. Soltas, podem até ser banais, quase insignificantes, porém, juntas, elas valem imenso, têm uma força e um poder dantescos. Harmoniosamente conjugadas são como uma obra de arte, de encanto e beleza sublimes. Podem fazer rir, sorrir, arrebatar almas. Podem também ser dor, ferir, desencadear lágrimas.
Simples quando as queremos simples, soberbas quando as fazemos soberbas, hão-de ser sempre palavras.

1 comentário:

  1. Muito bom. Livre, leve, intenso e assustador. Coisas das palavras ditas e escritas.

    ResponderEliminar