quinta-feira, 11 de março de 2010

Silêncio em mim


Faz-se silêncio em mim quando tu não estás
Faz-se silêncio em mim a cada despedida
Faz-se silêncio em mim sempre e de cada vez que te procuro e não te encontro
Faz-se silêncio em mim quando estás presente, quando palavras não precisam ser ditas, quando os teus braços em volta de mim me trazem paz e o teu olhar serena a minha inquietude.

Sem comentários:

Enviar um comentário