quinta-feira, 1 de abril de 2010

Empatia


É deliciosa a sensação de empatia que travamos com determinadas pessoas que se cruzam na nossa vida. É assim quase como que amor à primeira vista. Gostamos e pronto. Não é algo que controlemos, é superior à nossa vontade; ou há ou não há empatia. Também não é algo que tenha que ver com o nosso estado de espírito no momento; não estamos receptivos a criar empatia porque simplesmente estamos para aí virados.
É um prazer estar com alguém com quem temos afinidade e estamos em sintonia, a conversa parece que nunca se esgota e ainda que se faça silêncio há cumplicidade. A empatia é, pois, o princípio da amizade ou, quem sabe, do amor.

Sem comentários:

Enviar um comentário